29, março de 2017
Últimas Notícias
Capa >> Secretarias >> Cultura >> Tremembé receberá atrações gratuitas de circo, música, teatro, intervenção e cinema.
Tremembé receberá atrações gratuitas de circo, música, teatro, intervenção e cinema.

Tremembé receberá atrações gratuitas de circo, música, teatro, intervenção e cinema.

Tremembé recebe este ano diversas atrações do Brasil e da América Latina, no Circuito Sesc de Artes, que acontecerá no dia 23 de junho, domingo, das 16h30 às 21h30 na Praça da Estação. Este é o único roteiro cultural que percorre todo o Estado e as atividades acontecem em espaços públicos com entrada franca, com total apoio da Secretaria de Turísmo, Cultura e Esportes do município.

Serão atrações que reúnem artistas nacionais e internacionais de música, dança, teatro, circo, intervenções artísticas que incluem artes visuais, literatura e arte mídia e ainda cinema.

O Circuito Sesc de Artes é um projeto de circulação desenvolvido pelo Sesc que leva atividades nas diversas linguagens artísticas para centenas de cidades do Estado, prioritariamente em municípios onde o Sesc não está instalado com suas unidades operacionais.

Tem como objetivo principal democratizar o acesso aos bens culturais, promover a circulação de trabalhos artísticos de qualidade nas diferentes linguagens e a formação de plateias. Além disso, como toda programação acontece em praças, parques e centros culturais, o Circuito também ajuda a reforçar a ideia de que o espaço público é um espaço de convivência e de encontro.

Veja abaixo programação completa do evento:

CIRCO

Muruya: Tangos, Cachos e Corda Bamba – Josefina Péres Gardey (ARG)

Muruya é uma dançarina desastrada, que sonha em aprender os passos do tango. Mas sua falta de jeito não permite que ela use sapatos de salto alto ou roupas elegantes. Espetáculo de humor e equilíbrio, em que a personagem varia da sanidade à loucura, num jogo de magia circense quase sem palavras. Muruya é vivida pela artista circense argentina Josefina Péres Gardey , presença constante nos principais festivais de circo de rua em todo o mundo (Espanha, Itália, França, Nepal, Uruguai, Costa Rica, Guatemala). Pertence à ONG Hazmereir, que organiza anualmente o festival internacional de circo de rua de Mar del Plata. Integra o elenco do Circo Rambo (Índia). Criação: Josefina Peres Gardey.

MÚSICA

Samba da Vela (SP)

A Comunidade Samba da Vela, de São Paulo, foi fundada em 2000 pelos sambistas Magnu Sousá, Maurílio de Oliveira, Paquera e Chapinha para mostrar sambas de novos compositores. Velas nas cores rosa, azul e branco marcam o tempo do espetáculo e também um calendário de quatro meses, criado pela comunidade para apresentação, aprendizado e premiação das novas composições, que já renderam dois CDs: A Comunidade do Samba da Vela (2004) e A Comunidade Samba da Vela – Revelando Novos Compositores (2012). Beth Carvalho, Jair Rodrigues, Alcione, Quinteto em Branco e Preto e Fabiana Cozza são apenas alguns nomes da MPB que gravaram composições reveladas na comunidade. Convidado: Dodo Oliveira

TEATRO

A Cidade das Donzelas – Troupp Pas D’Argent (RJ)

Espetáculo da companhia carioca conta a história de Carolino, viajante que em 1945 chega à Cidade das Donzelas, lugarejo onde só vivem mulheres feias e traumatizadas, que matam todos os visitantes – homens e mulheres bonitas. Carolino tenta desvendar o mistério da cidade, em situações de muito humor. O texto, simples e coloquial, retrata os costumes nordestinos e remete à literatura de cordel. Na trilha sonora, maracatu, repente, frevo, bumba meu boi, baião e quadrilha. A Troupp Pas D’Argent foi criada há seis anos. Foi premiada em festivais nacionais e recebeu o Prêmio Europeu Compasso di Latta, na Itália, de melhor espetáculo internacional de 2010. Texto e direção: Marcela Rodrigues / Pesquisa de movimento e elenco: Troupp Pas D’Argent / Preparação Musical: Rafael Juliani, Flávio Monteiro e Kátia Jorgensen.

INTERVENÇÃO

Formas-Me – Mariana Piza (SP)

Formas-Me é uma performance interativa, na qual a artista, vestida com um macacão de peças de Lego, estará em exposição em uma cadeira de tubos de PVC, enquanto duas performers convidam o público a participar da obra, encaixando peças no macacão. Todo o processo de construção é gravado em vídeo. Performers: Mariana Piza, Nina Blauth e Danielle Farnezi.

Cora-Me – Mariana Piza (SP)

Em Cora-Me, a artista, vestida com um macacão com LEDs acoplados e munida de um estetoscópio eletrônico, pede às pessoas para ouvir o coração delas. O som é reproduzido através de caixas de som e todos os que assistem à intervenção podem ouvir. Ao mesmo tempo, as luzes da roupa da artista piscam de acordo com o ritmo cardíaco. Mariana Piza é atriz e artista plástica. Performers: Mariana Piza, Nina Blauth e Danielle Farnezi.

CINEMA

O Palhaço (BRA)

Valdemar e Benjamin, pai e filho, formam, no Circo Esperança, a dupla de palhaços Pangaré & Puro Sangue, que faz a alegria da plateia. Mas Benjamin, em crise existencial, pensa em abandonar o pai, o circo e todos os amigos que compõem a trupe: Lola, a mulher que cospe fogo, os irmãos Lorotta e Dona Zaira. Todos lamentam, mas compreendem a necessidade de Benjamin de ter um lugar para morar e um CPF para comprovar sua identidade. O filme é a segunda experiência de Selton Mello na direção (ele também dá vida a Benjamin) e fez parte da lista inicial (pré-candidatos) de filmes concorrentes ao Oscar de filme estrangeiro de 2012. Direção: Selton Mello / Roteiro: Marcelo Vindicatto e Selton Mello / Elenco: Selton Mello, Paulo José, Jackson Antunes, Jorge Loredo, Giselle Motta, Alamo Facó, Hossen Minussi, Teuda Bara.

Saiba mais no site: http://circuito.sescsp.org.br/escolha/cidade/tremembe