25, março de 2017
Últimas Notícias
Capa >> Secretarias >> Saúde >> Equipe de Combate a Dengue de Tremembé busca meio mais rápido de combater o mosquito e diagnosticar a população.
Equipe de Combate a Dengue de Tremembé busca meio mais rápido de combater o mosquito e diagnosticar a população.

Equipe de Combate a Dengue de Tremembé busca meio mais rápido de combater o mosquito e diagnosticar a população.

Ocorreu nesta segunda feira dia 18, no Departamento de Saúde da cidade de Tremembé, mais uma reunião envolvendo vários profissionais de saúde que, discutiram novos meios de combater o mosquito e atender a população vítima do aedes aegypti. A reunião contou com a presença do secretário de saúde do município Dr. José Marcio, diretores e coordenadores do programa.

A cidade de Tremembé faz divisa com Taubaté e Pindamonhangaba que, por sua vez encontram-se paralelas com a Dutra, a qual acaba sendo uma grande transportadora do mosquito, através dos carros e caminhões que trafegam por ela todos os dias. O serviço de combate a dengue por parte dos municípios dependem também de uma ação conjunta com o munícipe, que deve se prontificar em seguir todas as instruções dadas pelas campanhas e, orientações por parte da vigilância sanitária de sua cidade. Portanto, é muito importante fazer varreduras que venham eliminar qualquer tipo de utensílio que possa acumular água, pois os mesmos acabam tornando-se perfeitos criadouros para o mosquito se instalar e procriar sua espécie. Vale citar que o uso do cloro em ralos é muito importante , assim como manter a caixa d’água sempre fechada e, colocar areia no suporte dos vasos.

O aedes aegypti é muito parecido com o pernilongo, mas possui características que o diferenciam de qualquer outro mosquito, tais como: é encontrado unicamente em regiões quentes e úmidas, possui cor preta ou café, tendo listras brancas no dorso, pernas e cabeça, possuidor de um vôo silencioso e rasteiro, chegando meio metro do solo. O mesmo pode se alimentar de qualquer tipo de sangue, porém sua preferência é pelo sangue humano. A dengue pode levar à morte, e deve ser combatida sempre.

Dengue Clássica – Sintomas:

– Febre alta com início súbito.

– Forte dor de cabeça.

– Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos.

– Perda do paladar e apetite.

– Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores.

– Náuseas e vômitos·

– Tonturas.

– Extremo cansaço.

– Moleza e dor no corpo.

– Muitas dores nos ossos e articulações.

 Dengue hemorrágica: Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta:

– Dores abdominais fortes e contínuas.

– Vômitos persistentes.

– Pele pálida, fria e úmida.

– Manchas vermelhas na pele. Sonolência, agitação e confusão mental.

– Sede excessiva e boca seca. Pulso rápido e fraco.

– Dificuldade respiratória.

– Perda de consciência.

Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas. De acordo com estatísticas do Ministério da Saúde, cerca de 5% das pessoas com dengue hemorrágica morrem.

O doente pode apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, náuseas ou até mesmo não apresentar qualquer sintoma. O aparecimento de manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes podem indicar a evolução para dengue hemorrágica. Esse é um quadro grave que necessita de imediata atenção médica, pois pode ser fatal.

Em caso de suspeita de dengue não se automedicar e procurar o atendimento médico mais próximo.

Imagem-021